MULHER-ARABIA

#contrastes A Mulher na Arábia Saudita

Sexta-Feira é dia de #contrastes!

Assim como no post semana passada, o texto de hoje também deve responder algumas das questões que vocês trazem pra mim através dos comentários no Instagram (@blognadiaschwab), e sem dúvida, tudo o que envolve o universo feminino na Arábia Saudita é cercado de curiosidade e muita das vezes, preconceito. Então resolvi reunir alguns fatos importantes sobre o cotidiano da mulher no país islâmico para que vocês possam entender um pouco mais da condição feminina na Arábia.

1 – Direitos das Mulheres

As mulheres sauditas têm seus direitos limitados em vários aspectos. Elas não votam, não podem se submeter a cirurgias nem viajar para fora do país sem a permissão de um homem. Além disso, como já mostrei nessa entrevista, não têm autonomia para escolher seus maridos ou trabalho e é vetada a possibilidade de gerencia um negócio em sua casa sem a permissão ou supervisão de um mahran, que é um membro masculino da família.

mulheres-arabia-saudita-20110927-size-598

Mas nos últimos 5 anos, o rei Abdallah tem trabalhado para favorecer as mulheres árabes. Ele insistiu numa universidade mista especializada em ciência e tecnologia e também anunciou em 2010 que as mulheres passariam a ter o direito de recorrer a justiça para resolver as questões familiares, como guarda de filhos e até divórcio.

2 – Educação das Mulheres

Mulheres sauditas têm permissão sim para frequentar escolas que são exclusivas para meninas desde 1960. Já em 2005, foi feito um levantamento em dez universidades privadas e 27 escolas profissionalizantes e se pôde constatar que as mulheres representavam 70% dos estudantes.

3 – O trabalho e a Mulher Saudita

As mulheres sauditas compõem a população com bom nível de formação, no entanto, quase não têm expressividade mundo do trabalho, representando apenas 5% da população economicamente ativa. Isto ocorre devido às limitações impostas pela lei islâmica.

burka_celular

Apesar deste cenário, as mulheres têm tido ganhos importantes no mundo do trabalho. Alguns exemplos destas conquistas são a nomeação de uma mulher para o cargo de ministra e a premiação de uma pesquisadora por suas contribuições nos estudos sobre o câncer. Ainda, é possível encontrar mulheres sauditas em cargos de alta gestão na indústria. A lei islâmica permite que as mulheres sauditas guardem o dinheiro que recebem, seja por herança ou pagamento. Estima-se que as mulheres da Arábia tenham uma reserva de 22 bilhões de reais em suas contas bancárias.

4 – Mulher dirige?

As mulheres árabes não tem permissão para dirigir, porém, em 2008 o rei estava considerando a aprovação deste direito. Passado um ano, a reforma continuou sem aprovação apesar da assinatura das petições para sancionar a proposta.

women-oppression-in-saudi-arabia

Super importante ressaltar é que os estudiosos da religião islâmica lá na Arábia Saudita apontam que a lei do islã não proíbe que as mulheres dirijam.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Translate »