culinariaa

#contrastes A culinária da Arábia Saudita!

Oi gente!

Depois de uma longa, longuíssima jornada estou na minha terra amada, Bahia! Finalmente irei passar um tempinho com minha família e meu povo! Depois posto algumas coisas da minha rotina por aqui que promete ser agitadíssima, mas é claro que mesmo em terras brasileiras não deixo de abastecer o blog com #contrastes da Arábia Saudita, e hoje resolvi fazer uma seleção com o melhor da culinária árabe!

homus1

A comida local do país é bastante condimentada, as carnes mais comuns são galinha e carneiro e como já disse em outras oportunidades, a carne suína é proibida no país por lei. São comuns por lá o arroz, a lentilha, o homus (pasta de grão-de-bico), kultra (uma espécie de espetinho de galinha ou carneiro) e o famosíssimo kebab!

Claro que não posso me esquecer do Kibe Cru, que aliás, também se encontra bastante no Brasil.

06-3x1

Tem também o Kabsa, que inclusive é considerado o prato nacional da Arábia Saudita, uma espécie de pilaf muitas vezes cozinhado com carne de galinha. Ah, os sauditas estão entre os maiores consumidores de galinha do mundo, a média é de cerca de 40kg por pessoa no ano! Também são um dos maiores importadores de carne de carneiro no mundo!

Claro que vou aproveitar e deixar uma receitinha pra que você faça em casa e experimente um pouquinho da culinária Árabe, não é? Que tal um Kebab “home made”?

Kebab de Cordeiro

Ingredientes:
1kg de carne de carneiro moída duas vezes
250g de gordura de carneiro moída duas vezes (ou banha de porco)
6 dentes de alho picado
3 cebolas picadas
Cebolinha picada
Cominho em pó
Pimenta-do-reino
Sal
Tomilho
Páprica picante
2 ovos inteiros
Farinha de rosca

01-kebab-pao-sirio

Modo de preparo:
Misture a carne de cordeiro com a gordura de carneiro e acrescente alho, cebola picada e cebolinha. Todos os temperos devem ser acrescentados a gosto. Em seguida, acrescente a farinha de rosca para dar liga à massa da carne. Faça bolinhas com a massa e achate levemente com as mãos untadas de azeite para a massa não grudar na mão. Esquente a frigideira e frite-os. Não é necessário colocar óleo, pois o óleo usado nas mãos já faz esta função.

Se fizer em casa, faz também uma foto do prato e põe no Instagram com a hashtag #contrastesemcasa pra que eu possa ver e compartilhar, tá bem? Bom apetite!! :D

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Translate »