destaque

A Vida Vale Muito Mais (+)

Alguns de vocês que me acompanham pelo Instagram e Snapchat já conhecem um pouco da minha origem no interior da Bahia, especialmente na pequena cidade de Poções, região sudoeste do estado. O que eu talvez não tenha contado é do orgulho que tenho dessa minha raiz, não por causa da cidade nem devido à uma nostalgia simplista que nos tenta a dizer que o passado é melhor que o nosso presente, até por que, se sou grata a Deus por cada minuto de vida, devo estar atenta e valorizar o que acontece ao meu redor aqui e agora. O orgulho que sinto de ter sido criada em uma cidade tão pequena e de vida simples vai muito além de tudo isso, tem a ver com uma espécie de essência e aprendizado que enxerguei naquele lugar.

Foi nesse período específico onde o meu caráter começou a ser formado que fui ensinada a perceber o que há de mais importante na vida, reconhecer valores e estabelecer prioridades no meu coração. Não tínhamos dinheiro para fazer viagens no verão nem jantar nos restaurantes mais caros, nos contentávamos com o almoço de Domingo em volta da mesa após uma manhã na igreja ouvindo falar sobre o amor de Deus. Aliás, amor é o que não faltava entre nós, a união que tínhamos era o que sustentava o sorriso e a alegria mesmo em alguns momentos difíceis.

Mas, por que me lembrar dessa história? Bom, os anos se passaram e, depois da ida para Vitória da Conquista, a dura jornada na faculdade de direito no Rio de Janeiro seguida logo pela experiência em New York, cá estou do outro lado do mundo, mais especificamente na Arábia Saudita, morando em um condomínio construído para estrangeiros e tendo como “refúgio” o Bahrain. Fico às vezes pensando o que aquela menina magrela e falante que brincava na praça em Poções responderia se alguém a dissesse a ela que esse seria o seu futuro. Eu tenho certeza que a primeira pergunta dela não seria com relação ao tamanho da casa em que moraria, nem se iria conhecer alguns dos hotéis mais luxuosos do mundo ou comer nos melhores restaurantes. Conhecendo o coração daquela menina, diante da revelação de um futuro tão diferente, a imagino fazendo um questionamento muito simples: “Meu pai, minha mãe, meus irmãos e amigos estarão comigo?”. Afinal, ela foi ensinada a medir felicidade pela sinceridade das relações e não pelo valor da conta, aprendeu amor no dia a dia antes de que ele virasse qualquer produto de marketing.

O futuro chegou. A menina cresceu e hoje compartilha um pouco da vida no outro lado do mundo com muita gente querida que, às vezes, pode ter a falsa impressão que essa é uma rotina feita apenas de glamour, viagens e looks que agradam. Como disse no começo, procuro me manter grata o tempo todo à Deus pela família que Ele me deu e pelo conforto e estabilidade que Ele nos possibilita viver, não somos ricos (até por que, se fôssemos, com certeza não estaríamos morando na Arábia Saudita!rs) mas o Senhor tem suprido cada uma das nossas necessidades e, com muita misericórdia nos concedido alguns privilégios, é verdade. Mas, a minha essência não mudou, o caráter que foi formado naquela pequena cidade do interior da Bahia não é afetado pelas fotos bonitas no Instagram que faço questão de compartilhar com vocês por que acredito sinceramente que em um mundo tão cheio de tristezas, não custa que compartilhemos aquilo que nos traz prazer, alegria e que nos arranca o sorriso do rosto.

AlfWEl9AV5S31UblkhS85mibXLgPyp3mA8PxitLjz4C6

A resposta à pergunta daquela menina magrela? Bem, não seria das mais agradáveis. Não, os pais, irmãos e amigos não estariam perto, tudo o que era conhecido agora só seria visto em viagens de férias e o novo mundo, apesar de todas as vantagens, cobraria o preço desse futuro com a moeda da saudade e na forma de estranheza à costumes tão diferentes que, em muitas das vezes, chegariam a assustar. Porém, além do amor e de valorização da união da família e das coisas mais essenciais da vida, aprendi também a sorrir e me alegrar em qualquer situação e é isso que tento mostrar cada vez que compartilho algo com vocês, a alegria de quem mesmo passando por alguns obstáculos de adaptação dificílimos procura manter o sorriso sempre vivo e constante. Mas a aparência feliz e e de “curtição” em lugares lindos não cobre as nossas falhas e medos momentos de dúvidas que chegam ao meu coração.

A minha primeira mensagem para a #reflexaocontraste é essa: A Vida é Muito Mais. Mais do que aquilo que você consegue fotografar, mais do que filtros e ângulos apropriados. Mais do que a pose em frente ao espelho jamais irá refletir. Aliás, quão bom seria se tivéssemos uma rede social onde apenas a essência é compartilhada, onde o caráter é fundamental para que haja “seguidores” e onde o amor seja conhecido assim como o apóstolo Paulo escreveu: ” …Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor…Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta”.

Essa é a minha oração pra todos nós, que vivamos procurando a essência do amor além da superficialidade, o abraço ao invés do “like”, a palavra de incentivo ao invés do questionamento vazio e que hajam mais lovers do que haters no mundo. Até por que, a vida vale muito mais.

Que Deus te abençoe.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Translate »